A artrose patelofemoral se refere à presença de alterações degenerativas da articulação entre a patela e a tróclea femoral. A condromalácia refere-se a alterações degenerativas na cartilagem articular da patela que frequentemente precipitam o desenvolvimento da artrose. Outros problemas que contribuem para o desenvolvimento da artrose patelofemoral incluem:

 

 

A artrose da patela deve ser considerada uma entidade a parte da artrose dos outros compartimentos do joelho (medial ou lateral), ainda que possam acontecer de forma simultânea.

 

, Artrose patelofemoral, Dr. Márcio Silveira: Especialista em Joelho Adulto e Infantil, Traumatologia Esportiva e Idoso

 

Quadro clínico

 

Clinicamente, as queixas relacionadas a artrose patelofemoral são semelhantes às que são observadas na condromalácia da patela, porém tendem a ser mais exuberantes. A queixa principal é a dor que piora para subir ou descer escadas, ao se ajoelhar ou se agachar. O inchaço no local tende a ser mais perceptível, bem como os estalos e rangidos decorrentes da movimentação do joelho.

 

Exames de imagem

 

Além do desgaste, que é característico da condromalácia, nos casos de artrose já se observam outros sinais radiográficos semelhantes ao que se tem na artrose do joelho: Redução do espaço articular, esclerose do osso subcondral, osteófitos e cistos.

 

Tratamento:

 

Tratamento clínico

 

Independentemente do grau de evolução da artrose, o tratamento com fisioterapia tende a ajudar no ganho de mobilidade e força, e isso ajuda muito na melhora da dor. Mesmo em artroses avançadas, a resposta ao tratamento não cirúrgico muitas vezes é surpreendente e deve sempre ser tentado. Além da fisioterapia, as medicações para o tratamento da artrose e órteses específicas podem contribuir para a melhora da dor.

 

Tratamento cirúrgico

 

  1. Fascetectomia lateral da patela: A fascetectomia lateral da patela é um procedimento que visa a ressecção de uma porção mais saliente da faceta lateral sobre a tróclea, em pacientes com artrose e subluxacão lateral da patela, sem resposta ao tratamento não cirúrgico. O procedimento busca eliminar a pressão excessiva sobre esta parte da patela, melhorando a mobilidade e a dor.
  2. Prótese de joelho: A prótese patelofemoral é um procedimento de indicação bastante restrita, em casos com artrose isolada da patela (sem comprometimento dos compartimentos medial ou lateral) e com um bom alinhamento da patela. A Prótese total do joelho, além de abordar a artrose da patela, também trata o desgaste nos outros compartimentos do joelho e permite a correção de eventuais desalinhamentos.