Após uma fratura, o organismo é capaz de fabricar novamente o osso e, com isso, ocorre um aumento da espessura óssea a fim de favorecer a cicatrização do osso: é o chamado calo ósseo. A duração total desse fenômeno dura, em média, algumas semanas, mas isso depende do osso em questão, da localização da fratura e da idade do indivíduo. Uma criança em pleno crescimento terá muito mais facilidade em criar rapidamente um calo, que poderá, depois de algum tempo, formar um osso tão sólido quanto antes da fratura.

Dr. Márcio Silveira: Ortopedista Especialista em Traumatologia Esportiva, Joelho - Adulto e Infantil - e Idoso calo osseo

Conheça mais sobre a consolidação das fraturas >