A displasia da tróclea é uma característica anatômica que nasce com o paciente. Quer dizer que a região onde a patela encaixa é rasa, não tem profundidade. Isso aumenta a chance da patela se deslocar ou sofrer uma luxação patelar. Ou seja, não foi o exercício que causou a displasia da tróclea, mas pode ter colaborado para a patela luxar. Após um deslocamento da patela (ou um quase deslocamento) o joelho pode passar a doer devido a reação inflamatória que se instala na articulação.

Dr. Márcio Silveira: Ortopedista Especialista em Traumatologia Esportiva, Joelho - Adulto e Infantil - e Idoso displasia troclea

Graus de displasia da tróclea femoral >