Uma ruptura de ligamentos cruzados é uma lesão que acontece associada à pratica de modalidades esportivas de contato. Em especial, contam-se o judô, o futebol, o  esqui e outras modalidades semelhantes. Normalmente, o joelho dobra para  dentro e, ao mesmo tempo, o corpo cai para trás.

O mecanismo mais comum associado a lesão do LCA é abdução, flexão e rotação externa. Esse mecanismo resulta em uma força de abdução e flexão aplicada ao joelho, e o fêmur sofre rotação medial pelo desvio do peso do corpo sobre a tíbia fixada ao solo. Mais raramente pode ocorrer a lesão isolada do LCA ou com mínima lesão a outras estruturas de sustentação, sendo nestes casos descrito outro mecanismo de lesão: hiperextensão, rotação medial significativa da tíbia sobre o fêmur e pura desaceleração. A maioria das lesões do LCA ocorre sem contato físico.

Dr. Márcio Silveira: Ortopedista Especialista em Traumatologia Esportiva, Joelho - Adulto e Infantil - e Idoso ligamento cruzados

As fibras na zona de união do ligamento ao fêmur rasgam mais  frequentemente. Apesar de ser tão forte quanto o ligamento cruzado posterior, o  ligamento cruzado anterior lesiona-se muito mais frequentemente, seja  por completo ou apenas em algumas fibras (lesão parcial do LCA).

Causas de instabilidade no joelho >
Prevenção da lesão ligamentar nos joelhos >