A osteonecrose não traumática da rótula é uma entidade raramente descrita, mas conhecida como causa de gonalgia, por vezes, incapacitante. A sua frequência rara, nomeadamente, quando comparada com a osteonecrose dos côndilos femorais, faz com que a sua existência possa ser negligenciada na discussão diagnóstica de uma gonalgia com carácter recente.

Dr. Márcio Silveira: Ortopedista Especialista em Traumatologia Esportiva, Joelho - Adulto e Infantil - e Idoso osteonecrose patela

A RM do joelho tem sido descrita como o meio complementar de diagnóstico mais completo para a definição etiológica deste tipo de gonalgia, excluindo ou afirmando outros focos de osteonecrose a nível da extremidade distal do fémur ou proximal da tíbia, a que, por vezes, a osteonecrose da rótula se associa, e avaliando as outras estruturas internas do joelho (meniscos e ligamentos), frequentes causas de gonalgia aguda ou sub-aguda.

A maioria dos quadros de gonalgia associados a osteonecrose da rótula não requerem tratamento cirúrgico, estando indicada a medicação anti-álgica, descarga articular e, se necessário, medidas de medicina física e de reabilitação.