Tendinite do tríceps

Mesmo com algumas áreas predominantes das quais a tendinite afeta, a tendinite do tríceps também pode ocorrer. O tríceps está localizado na parte posterior do braço, região que está em constante movimento, seja nas nossas tarefas diárias ou até mesmo durante a prática de um exercício, como a musculação, por exemplo, e é responsável pelo movimento de extensão da articulação.

Em casos onde a tendinite do tríceps, o tendão tricipital está ligado ao músculo (tríceps) que possui três cabeças, fixa no olecrano, região da ulna que está ligada ao cotovelo, pode ser inflamada ao sofrer traumas que consequentemente irão afetar o tendão.

tendinite do tríceps

Causas de tendinite do tríceps

A principal causa para levar a inflamação e edema no tríceps (tendinopatia tricipital) é o sobreuso do cotovelo, sendo isso mais comum em esportistas e pessoas que executem uma função de movimentos repetitivos durante o trabalho. Entretanto, um trauma indireto sobre o cotovelo, geralmente uma queda, na qual se apoia a mão com extensão do cotovelo, pode levar a lesão parcial do tendão que sofre um processo inflamatório localizado.

A etiologia da tendinopatia calcárea ainda permanece desconhecida, da mesma forma como sua associação com outras comorbidades e pode também ocorrer no tendão tricipital.

Sintomas de tendinite do Tríceps

Por conta da inflamação do tendão, o paciente sequer consegue realizar os movimentos de extensão do braço, rigidez muscular e é possível notar um pequeno edema próximo à região do cotovelo. A rigidez ocorre por conta da inflamação do tendão, que é bastante móvel e quando está inflamado não tem a flexibilidade para realizar os movimentos que o corpo exige.

Normalmente o paciente com tendinite do tríceps apresenta uma dor à palpação localizada na região posterior do cotovelo, mais comum próximo a inserção do tendão junto ao olecrano. Pode haver um edema local e geralmente a dor do paciente piora ao realizar uma resistência ao movimento de extensão do cotovelo. O paciente pode ainda reclamar de dor ao apoiar o cotovelo sobre regiões de superfície dura.

O exame de Raio- X pode mostrar a presença de um esporão na ponta do olecrano, isso ocorre por tração do tendão do tríceps junto a sua inserção e isso é um sinal indireto da inflamação do tendão. As vezes esse esporão é causa de dor localizada e causa dor quando o paciente apoia o cotovelo.

A Ressonância Magnética pode evidenciar a presença da inflamação do tendão do tríceps e sua gravidade, incluindo possíveis lesões parciais do tendão.

>>> Tendinite no ombro >>>

Tendinite do tríceps

Tratamentos da tendinite do Tríceps

O tratamento inicial para tendinite do tríceps deve ser conservador, baseado no repouso relativo do membro acometido, crioterapia, fisioterapia analgésica, exercícios de alongamento e, eventualmente uso de analgésicos e/ou anti-inflamatório.

Devemos lembrar que existem diversas doenças sistêmicas que podem levar a inflamação do tríceps, tais como: dermatomiosite, polimiosite, cigarro e Esclerodermia e, dessa maneira, nesses casos, temos que tratar a doença de base, além da inflamação.

>>> Tratamento com ortotripsia >>>
>>> Rotura do tendão tricipital >>>

O tratamento cirúrgico é indicado na falha do tratamento conservador e depende da atividade do paciente, idade e suas condições clínicas.

Retorno ao Esporte

O tratamento, quando seguido de forma disciplinada pode trazer o paciente ao esporte em um curto espaço de tempo. No entanto, o retorno à atividade física de forma prematura pode causar uma reincidência da tendinite no tríceps e até um agravamento do quadro, como o rompimento do tendão, por exemplo.
Todavia, o retorno ao esporte deve ser feito de forma gradual e com o acompanhamento e aval do ortopedista, visto que os casos de tendinite podem variar e cada paciente pode apresentar quadros dolorosos diferentes. Por outro lado, a prática esportiva deve ser seguida sem excessos, com um aumento gradativo de sua intensidade e ritmo.

Seguir recomendações para evitar com que a tendinite do tríceps não se desenvolva em outras regiões do corpo também previne contra novas lesões. Alongar-se antes da atividade física, não cometer excessos prejudiciais para o corpo ou até mesmo escolher um calçado que sejam adequados à corrida, por exemplo, são atitudes que evitam o retorno do desconforto em quaisquer articulações.

Perguntas frequentes

Como tratar lesão no tríceps?2023-06-11T00:00:10-03:00
  1. Uso de analgésicos e anti-inflamatórios;
  2. Repouso;
  3. Compressas de gelo;
  4. Uso de órteses para imobilizar a região afetada;
  5. Tratamento fisioterápico.
O que acontece quando rompe o tendão tríceps?2020-03-19T15:43:38-03:00

Os tendões ligam os músculos aos ossos. Se o tendão do tríceps se romper junto ao cotovelo, a força no braço perde-se e não se consegue esticar o cotovelo contra resistência. Quando essa rotura completa acontece, o tendão na se regenera e nem cicatriza.

[jetpack-related-posts]

2023-03-05T12:11:31-03:00

Sobre o Autor:

Dr. Márcio R. B. Silveira, formado em 2006 pela faculdade federal de medicina da Universidade de Brasília (UnB), com especialização, no ano de 2009, em Traumatologia e Ortopedia pela residência da SES / DF, com subespecialização, no ano de 2012, em cirurgia do joelho e trauma esportivo em Belo Horizonte / MG, acompanhando os médicos do Cruzeiro Esporte Clube nos hospitais Maria Amélia Lins, Lifecenter, Belo Horizonte, Belvedere e João XXIII. Médico ortopedista especialista em Traumatologia com foco em Esportiva (ombro, quadril, tornozelo, pé, cotovelo), Cirurgia do Joelho, Adulto e Infantil, e Ortopedia do Idoso em Brasília / DF.

Deixar Um Comentário

Ir ao Topo