Painel Fóruns Instruções pré e pós-operatórias de artroplastia parcial e total de quadril

  • Criador
    Tópico
  • #26255 Responder

    ORIENTAÇÕES DE ALTA HOSPITALAR
    • CURATIVOS DIÁRIOS COM ÁGUA E SABÃO, SECAR BEM E COBRIR A FERIDA COM GAZE E ESPARADRAPO DO TIPO MICROPORE
    • UTILIZAR O ANTICOAGULANTE CONFORME A RECEITA MÉDICA
    • RETORNO AMBULATORIAL EM 3 SEMANAS APÓS A CIRURGIA PARA RETIRAR OS PONTOS
    • PROCURE O HOSPITAL EM CASO DE: FERIDA OPERATÓRIA MUITO VERMELHA E QUENTE OU COM SAÍDA DE SECREÇÃO, PERNA OPERADA INCHADA E DOLOROSA.

    NÃO FAZER!
    • NÃO JOGUE O CORPO PARA FRENTE PARA SENTAR OU LEVANTAR!
    • NÃO DOBRE O CORPO PARA ALCANÇAR O PÉ (PARA ALCANÇAR O PÉ, COLOQUE –O POR TRÁS DA PERNA NÃO OPERADA E MANTENHA O CORPO JUNTO AO ENCOSTO DA CADEIRA)
    • NÃO CRUZAR AS PERNAS

    Para evitar que a prótese de quadril saia do local, é fundamental ter alguns cuidados básicos:

    • Não cruzar as pernas;
    • Não dobrar a perna operada mais do que 90º;
    • Não girar a perna com a prótese para dentro ou para fora;
    • Não apoiar todo o peso do corpo na perna com a prótese;
    • Manter a perna com a prótese esticada, sempre que possível.

    Esses cuidados são muito importantes nas primeiras semanas depois da cirurgia, mas também devem ser mantidos por toda a vida. Nas primeiras semanas, o ideal é que a pessoa fique deitada de barriga para cima, com as pernas esticadas, tendo uma pequena almofada cilíndrica entre as pernas.

    Logo após a cirurgia
    Após a cirurgia, o paciente é levado para a sala de recuperação.

    10 dias após a cirurgia
    É importante saber que o tempo de recuperação do paciente depende de vários fatores, como por exemplo sua idade, peso, presença de doenças hereditárias, entre outros. Sendo assim, seguir corretamente as etapas de recuperação é fundamental:

    Exercícios isométricos (contrações musculares sem movimentação articular) e exercícios respiratórios são realizados repetidamente no primeiro dia após a cirurgia.

    Os pacientes aprendem movimento seguro. Eles aprendem como se sentar em uma cama ou cadeira no primeiro dia após a cirurgia.

    É iniciado o treino de marcha com andador e carga parcial no membro operado

    Se drenos foram usados na cirurgia, eles geralmente são removidos dentro de 24 a 48 horas. Exercícios para mover o membro inferior e os quadris são iniciados no segundo dia, além de treinar a pé com os andadores.

    Primeira semana
    Dentro da primeira semana, muitas mudanças ocorrerão para o paciente. No terceiro dia após o procedimento, geralmente o pacientes recebem alta, podendo andar com andadores por curtos períodos de tempo. A reabilitação deve continuar. A maioria dos pacientes dentro de 1 a 4 semanas podem fazer a transição do uso de andadores para as muletas, em conjunto com a realização da fisioterapia.

    Até a 6ª semana
    Até meados da sexta semana, os exercícios de fortalecimento e reabilitação são reforçados, e o paciente deve realizá-los! Eles são parte essencial do tratamento e permitirão que muitos movimentos sejam realizados. As precauções sobre luxação devem ser reforçadas com base nos testes de estabilidade realizados pelos especialistas. Depois de colocar a prótese, o cirurgião move o quadril e lembra quais movimentos fazem com que a prótese se mova. Esta informação é usada pelo fisioterapeuta para orientar o paciente. Usar uma cadeira higiênica ou adaptador de vaso sanitário elevado no banheiro pode ser útil para evitar flexões excessivas dos quadris. Quando deitado no lado não operado, o paciente deve usar um espaçador entre as pernas, como travesseiros largos.

    Demais semanas
    À medida que a função e a mobilidade dos músculos evoluem, o paciente aprende a calçar os sapatos, vestir-se, levantar objetos no chão e realizar outras atividades com segurança. As diretrizes para prevenção do deslocamento da prótese são reforçadas. Uma radiografia de acompanhamento geralmente é feita no primeiro mês. Se tudo estiver bem, o paciente retornará à consulta após 3, 6 e 12 meses após a cirurgia e depois a cada ano. Consultas fora dessas datas são realizadas sobre novos fatos ou em casos especiais relacionados às próteses.

    Fisioterapia é essencial
    A fisioterapia no pós-operatório deve ser iniciada precocemente após a substituição total do quadril e visa posicionar corretamente o membro, retirar o paciente da cama o mais rápido possível, restabelecer a amplitude de movimento e força muscular e reduzir doenças motoras concomitantes. A fisioterapia é essencial para recuperar o equilíbrio e a marcha, tomar precauções, ajudar a restaurar a confiança e a segurança, reduzir o tempo de hospitalização. Quando a reabilitação precoce não é realizada, isso pode facilitar o surgimento de complicações secundárias à imobilidade, como trombose venosa profunda, retenção urinária, obstrução intestinal paralítica e problemas respiratórios.

    Orientações para deixar sua casa segura >
    Tipos de cadeira higiênicas >

Responder a: de artroplastia parcial e total de quadril

You can use BBCodes to format your content.
Your account can't use Advanced BBCodes, they will be stripped before saving.

Sua informação: