Painel Fóruns Orientações terapêuticas Medidas para cuidar dos seus músculos e articulações

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Dr. Márcio Silveira 31/05/2018 at 18:22.

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #21705

    Prevenção!

    Para ajudar a deixá-los fortes e flexíveis, damos dicas para prevenir lesões e melhorar o rendimento da sua atividade física.

    Responsáveis pela absorção de impactos, realização e controle de movimentos, suporte do peso corporal e dissipação da força da gravidade, os joelhos são também uma das regiões mais vulneráveis a traumas, não só pela suas funções mas pela localização anatômica – se você já acertou, e xingou, a mesa de centro da sala ou a cama, deve ter descoberto isso. Mas as orientações são válidas para qualquer articulação do corpo.

    Além das doenças degenerativas, que avançam com a idade, como a artrose ou a osteoartrite, as quais algumas pessoas são mais predispostas geneticamente a desenvolver, há outros fatores de risco que são bem mais fáceis de você prevenir.

    >>> Medidas preventivas para dor articular >>>

    Sobrecarga Excessiva

    É comum que uma dor generalizada nos joelhos ocorra após uma atividade mais intensa, principalmente de impacto, como sinal de adaptação – indica que o sujeito está se exercitando acima da sua capacidade atual. Basta que você dê um tempo suficiente de repouso entre um estímulo e outro para a recuperação e aplique gelo nos momentos mais doloridos, em sessões de no máximo 20 minutos.

    Treinos frequentes sem o devido período de descanso (regenerativo) ou o excesso de carga nos movimentos de repetição sem o condicionamento ideal provocam microtraumas. Eles se acumulam com o tempo, muitas vezes de forma silenciosa, até ocasionarem uma lesão mais grave, geralmente após os 40 anos, e que podem exigir cirurgia quando você chegar aos 65 – principalmente o desgaste da cartilagem do joelho, que na maioria dos casos é irreversível.

    Portanto, procure fazer uma evolução gradual no treinamento. É muito comum, na ânsia de buscar resultados, que as pessoas avancem no treino ou pulem para cargas mais altas repentinamente. Isso é uma das causas mais frequentes de lesões.

    >>> Cuidados para aliviar a dor >>>

    Para uma pessoa sedentária, carregar um móvel, ou fazer uma limpeza mais pesada, ou fazer um esforço maior ou repetitivo fora da rotina, pode ser considerado uma atividade física intensa, e demanda um repouso maior para retornar para as atividades habituais.
    

    PROBLEMAS ASSOCIADOS: tendinite, bursite, condromalácia (degeneração da cartilagem), osteoartrite.

     ESPORTES DE MAIOR RISCO: atividades de repetição, como corrida, ginástica, musculação ciclismo e triatlo.

     TEMPO DE TRATAMENTO: de 6 a 12 semanas, na maioria dos casos sem a necessidade de intervenção cirúrgica.

    Traumas

    Além da flexão e extensão, os joelhos permitem movimentos de rotação e laterais limitados por ligamentos que podem ser esgarçados ou até rompidos em casos de arranque, freada forte ou movimento brusco e inadequado durante a atividade. Sem falar nas quedas ou pancadas diretas, comuns em esportes de contato físico.

    Jovens e atletas de fim de semana sem fortalecimento muscular podem ter uma musculatura fraca e a falta de alongamento causam boa parte dos problemas.
    

    PROBLEMAS ASSOCIADOS: ruptura de ligamento, tendão e menisco, fraturas e torções.

     ESPORTES DE MAIOR RISCO: futebol, vôlei, basquete e tênis.

     TEMPO DE TRATAMENTO: de cinco a seis meses, com indicação cirúrgica em casos de ruptura.

    >>> Saiba mais sobre essas lesões >>>

    Desvio Postural

    Pernas em “X”, encurtamento de músculos, desalinhamento de quadril, pés chatos ou tornozelos “para dentro”. Basta que um elemento se altere para comprometer sua postura e biomecânica, aumentando o desgaste dos joelhos principalmente nos esportes de repetição, como corrida e ciclismo. Isso também favorece o aparecimento de artrose ou osteoartrite.

    Imagine um carro com a roda desalinhada. O desgaste dos pneus é muito maior, por isso, avalie sua postura e corrija o que for possível. Fazer musculação corretamente é ótima opção para os joelhos.

    >>> Faça uma análise computadorizada para avaliação desses desvios e como corrigir adequadamente >>>

    Treino de campeão

    treino campeão

    A melhor forma de prevenir lesões e amenizar o desgaste da articulação é exercitar os músculos que estão envolvidos no movimento. O primeiro requisito é fazer sempre um bom alongamento muscular, que aquece e aumenta a viscosidade da articulação. A partir daí, trabalhar o fortalecimento e a propriocepção (consciência da posição do corpo), visando mais a resistência do que a hipertrofia.

    >>> Exercícios reduzem o risco de morte >>>

    Inclusive o exercício anaeróbico (musculação) controla e reduz o peso mais efetivamente do que o anaeróbico (corrida, ginástica), pois estimula a massa magra, em detrimento da massa gorda.

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.