Infiltração no joelho

infiltração no joelho

tema: joelho

A infiltração no joelho significa que algum tipo de medicamento é injetado, na maioria das vezes, dentro da articulação do joelho por meio de uma seringa e uma agulha.

É um procedimento simples que pode ser feito no próprio consultório médico por meio de uma técnica asséptica e com uma pequena anestesia local.

Conforme o tipo da doença ou lesão do joelho há vários medicamentos que podem ser usados na infiltração do joelho. Dentre os mais comuns usados no dia a dia, estão os derivados do ácido hialurônico, os corticóides (cortisona) e alguns anestésicos.

O ácido hialurônico é o componente principal do líquido sinovial e auxilia na lubrificação e na nutrição da articulação do joelho. A viscossuplementação articular utiliza os derivados do ácido hialurônico, diminuindo o atrito articular e a dor do paciente. É indicado principalmente em pacientes com artrose inicial do joelho, com desgaste inicial da cartilagem do joelho ou com condromalácia patelar. Alguns estudos mostram que a viscosuplementação articular pode até desacelerar a velocidade do desgaste da cartilagem sem, no entanto, curar a lesão. Após a infiltração, os resultados da viscosuplementação articular aparecem entre 15 a 30 dias e tem duração entre 6 meses a 1 ano, quando então pode ser repetida conforme a necessidade.

Outro medicamento muito frequentemente usado na infiltração do joelho é o corticóide. Ele tem a função de diminuir a inflamação do joelho, aliviando a dor do paciente. Geralmente a infiltração de corticóide no joelho é indicada em pacientes com artrose do joelho, sinovite e alguns tipos de artrite do joelho. A duração dos efeitos da infiltração de corticóide é mais curta que a da viscossuplementação articular, durando entre 15 a 60 dias.

0


Deixe uma resposta

  • drmarciosilveira on 30 de dezembro de 2019 às 22:37:07

Este post foi criado por Dr. Márcio Silveira Ligar 30/12/2019.