Qual a relação de pisada pronada e supinada com pé chato e cavo?

pronada e supinada

Tema: tipos de pisada

Os diferentes tipos de pisada

Pisada neutra

A pisada neutra ocorre quando o pé atinge o solo de maneira uniforme, com o peso distribuído de maneira praticamente igual por toda a planta. Para muitos ortopedistas, esta é considerada a pisada mais correta por favorecer a absorção do impacto pelo corpo sobre as articulações.

Pisada pronada

Já a pisada pronada, muito comum, ocorre quando o apoio do pé no chão é feito primeiro com a parte interna do pé. Geralmente isso ocorre pela rotação interna excessiva do pé e do tornozelo.

Pessoas que têm pisada pronada, costumam desgastar a parte lateral interna do calçado.

Pisada supinada

A pisada supinada é e exatamente o oposto da pronada. Ocorre quando o pé faz contato com o chão prioritariamente com a parte externa da planta. Pessoas que têm esse tipo de pisada geralmente observam um desgaste maior no lado de fora da sola de seus tênis.

tipos de pisada
Clique na imagem para ampliar.

O que leva ao tipo de pisada

O modo como cada pessoa pisa é determinado pelas características anatômicas daquele ser humano. Entre um dos fatores influentes está o tipo de pé. A ortopedia classifica os pés de três formas: Pé Normal; Pé Plano e Pé Cavo.

Pé Normal é o tipo mais comum, onde o peso do corpo é distribuído de forma mais equilibrada (pisada neutra). O Pé Plano também conhecido como pé chato, toca o chão quase que por inteiro e possui um formato reto (pisada pronada). Pé Cavo é aquele que tem um arco bem acentuado e curvado, onde a planta do pé quase não toca o chão (pisada supinada).

A disposição dos joelhos também influencia na pisada, essa articulação pode possuir alguns desvios classificados de duas maneiras: Joelho valgo, que consiste na aproximação das articulações e no afastamento dos pés, caracterizando as chamadas pernas para dentro. E o joelho varo, que representa o arqueamento das pernas, promovendo a projeção das articulações para fora.

Além do tipo de pé e da disposição dos joelhos, o ângulo formado pelo quadril e a flexibilidade de articulações, como as do tornozelo são características anatômicas que somadas ao equilíbrio dos músculos específico de cada pessoa fazem com que cada uma delas apresente um determinado tipo de pisada. Bem avaliado na análise da marcha >

Testes caseiros

O diagnóstico é bem simples: primeiro pode-se analisar um calçado bastante utilizado no dia e ver qual área está mais gasta. Outro meio é pegar um jornal, molhar o pé e pisar sobre ele para observar a marca.

0


Deixe uma resposta

  • drmarciosilveira on 19 de julho de 2019 às 11:40:24
  • drmarciosilveira on 19 de julho de 2019 às 10:51:43

Este post foi criado por Dr. Márcio Silveira Ligar 19/07/2019.