Síndrome de Osgood-Schlatter

síndrome de osgood-schlatter

Tema: enfermidade do joelho

A síndrome Osgood-Schlatter (também conhecida como Síndrome da tração do tubérculo tibial apofisárias ou apofisite da tuberosidade tibial anterior) é uma doença osteo-muscular que ocorre na adolescência, sendo mais comum em meninos.

A síndrome é causada por uso excessivo e movimentos repetitivos.

Síndromes por uso excessivo é uma grande categoria de lesões entre os jovens entusiastas de esportes, e são tão sutis, que, normalmente, passam despercebidos no início. Ao longo do tempo, porém, a repetição de danos para a mesma área anatômica pode culminar em bursite, tendinite e outras lesões, como fraturas por estresse.

Lesões por uso excessivo são mais comuns em movimentos repetitivos, como observado na natação, corrida ou dança. Isto está em contraste com lesões agudas, que são mais comuns em contato ou esportes de colisão, como futebol ou hóquei.

Nesta condição, há inflamação do local onde o tendão do músculo da coxa encontra o osso da canela. Adolescentes estão predispostos a lesões nessa área (tubérculo tibial), porque ele ainda está crescendo. Está associada a esportes como basquete, futebol, voleibol, ginástica e patinação.

Os sintomas de inchaço e dor leve ao longo do tubérculo tibial (abaixo do joelho) geralmente desaparecem por conta própria dentro de 1 a 2 anos, se a condição é reconhecida e devidamente gerenciada. Complicações são limitadas a um trauma localizado.

0


Deixe uma resposta

Este artigo não foi revisado desde a publicação.

Este post foi criado por Dr. Márcio Silveira Ligar 10/03/2019.