Sobrecarga do mecanismo extensor do joelho, como tratar?

sobrecarga no mecanismo extensor

Tema: joelho

Na ressonância magnética do joelho aparece sinais de sobrecarga do mecanismo extensor do joelho, em investigações de dor na região anterior do joelho. A dor é o primeiro sintoma relatado pelo paciente portador dessa afecção. Seu início é insidioso e gradual, principalmente após atividade física, mas, com a progressão da doença, pode tornar-se freqüente durante ou já no início da atividade. Pode vir como hiperpressão no ou hipersolicitação do mecanismo extensor.

> Dor anterior no joelho

Tem como principal fator causal a sobrecarga de treinamento por uso excessivo do mecanismo extensor do joelho, atingindo, principalmente, atletas que praticam algum esporte que envolve saltos de forma repetitiva, como voleibol, basquetebol, atletismo e handebol. No entanto, também acomete atletas que realizam movimentos repetitivos de flexão e extensão de joelho por longos períodos, como corredores de rua e maratonistas. O local mais comum de dor é na região inferior da patela, por isso, caracterizado como dor anterior de joelho.

Fisioterapia tem um papel importante nesta lesão, já que a opção primária de tratamento é o conservador e não cirúrgico (raros os casos de cirurgia).

> Análise da marcha

Durante os estágios iniciais da lesão, a técnica de crioterapia (terapia com gelo) é frequentemente utilizada junto a outras técnicas analgésicas e anti-inflamatórias, como o TENS e o LASER terapêutico, visando à melhora da dor.

Com a melhora da dor, exercícios terapêuticos e específicos de fortalecimento e alongamento muscular são condutas que tem maior efeito sobre os sintomas que esta lesão causa. Ainda, o Fisioterapeuta deve buscar outras possíveis causas e fatores de risco que podem gerar a sobrecarga do tendão patelar e quadricipital (tendinites), das bursas dos tendões (bursites) e da gordura de Hoffa (hoffite) como encurtamentos e fraquezas musculares de outras regiões do corpo ou gestos esportivos realizados de forma incorreta.

> Hoffite

Outra associação muito comum que encontramos no ambiente esportivo é do atleta que sofreu uma lesão em outra região do corpo (por exemplo, uma entorse de tornozelo) e não a tratou adequadamente. As consequências desta primeira lesão podem, de alguma forma, sobrecarregar o mecanismo extensor.

0


Deixe uma resposta

  • drmarciosilveira on 18 de setembro de 2019 às 08:13:53
  • drmarciosilveira on 16 de setembro de 2019 às 11:48:04

Este post foi criado por Dr. Márcio Silveira Ligar 16/09/2019.