Lesões meniscais

As lesões meniscais classificam-se em 2 grupos: as traumáticas agudas, típica de atletas jovens, onde entorse do joelho é o grande vilão; e as degenerativas, mais comuns após os 40 anos de idade, sendo o micro-trauma de repetição de cargas cíclicas de esportes como a corrida e o ciclismo o mecanismo básico causador da lesão. Exemplos clássicos do primeiro tipo são o lutador de jiu jitsu que acaba jogando muito torque no joelho em flexão máxima durante a passagem de guarda ou uma bailarina que acaba se desequilibrando durante uma aterrissagem; enquanto que a corrida de rua é o exemplo clássico da lesão degenerativa, onde o nosso “amortecedor” acaba se envelhecendo e se desgastando.

Tratamento da lesão meniscal

O tratamento de um menisco lesionado dependerá de sua localização, tamanho, tempo de ocorrência, idade e ligação ao esporte do paciente.

Classicamente, o menisco lesionado é tratado por artroscopia com a retirada do fragmento lesionado, popularmente conhecida como “limpeza meniscal”.

Na grande maioria dos casos, este procedimento é suficiente para aliviar a dor e queixas de travamento e faz com que atletas profissionais retornem ao esporte em 10 a 15 dias pós-operatórios.

O consenso mundial hoje é que deve-se ao máximo preservar o menisco em pacientes jovens com lesões extensas e nos casos em que há desvio de eixo (pernas tortas), pois estes casos podem evoluir mais rápido para degeneração (desgaste) e se tornarem de difícil tratamento.

Frente a isso, visando preserva-se ao máximo o menisco, técnicas de sutura (costura) vem sendo desenvolvidas.

>>> Principais causas de dor no joelho >>>
>>> Lesões comuns durante a musculação >>>

sutura de menisco
sutura meniscal

Sutura de menisco ou meniscorrafia

A sutura de menisco envolve a fixação com pontos da lesão do menisco, e deve ser o procedimento de escolha sempre que as características da lesão permitirem. A sutura visa devolver a estabilidade no lugar da lesão, permitindo que o menisco cicatrize e volte a ter sua função normal, da mesma forma como acontece ao se dar pontos na pele. Hoje em dia as técnicas e os materiais cirúrgicos para sutura evoluíram bastante, aumentando também o leque de lesões em que se consegue realizar o procedimento.

A técnica de Meniscorrafia tem como objetivo tentar preservar o menisco, tentando “costurá-lo” e não cometendo a meniscectomia, que significa a “perda” de parte do menisco.

>>> Operação por vídeo de rotura de menisco >>>
>>> Mais esclarecimentos sobre as roturas dos meniscos >>>

Existem três técnicas de sutura do menisco: Inside-out (de dentro para fora); Outside-in (de fora para dentro); e All-inside (totalmente por dentro).

Fatores prognósticos para as suturas de menisco:

1) Tempo decorrido da lesão;
2) Idade do paciente;
3) Local / Área da lesão;
4) Tipo / Padrão da lesão; e
5) Se a sutura será feita em conjunto com a reconstrução ligamentar ou isoladamente.

No pós-operatório, existe a necessidade de restrição parcial da carga e do arco de movimento nas primeiras semanas, assim como aumenta o tempo de reabilitação e para o retorno as atividades esportivas.

Quando avaliamos os resultados da Meniscorrafia, encontramos taxas de êxito e sucesso em cerca de 70 a 95% dos casos.

>>> Sutura da lesão da raiz do menisco >>>

Vantagens em suturar o menisco

A preservação do menisco significa prevenção e retardar o desenvolvimento de artrose no joelho, pois a principal estrutura de absorção de impacto foi preservada.

Essa pode ser a diferença ao decidir operar seu joelho. Fazê-la com cirurgião que está acostumado a realizá-la, que possui o instrumental para isso e com experiência em Medicina Desportiva, pode fazer a diferença no resultado final do seu tratamento. Não só a curto prazo, mas também a médio e longo prazo.

Muito bom! Você leu todo o conteúdo. Gostou? Divulgue para seus amigos(as) e deixe um comentário ou dúvida aqui 

Perguntas Frequentes

O que acontece se tirar o menisco?2021-07-01T08:39:58-03:00

Estudos recentes mostram o acompanhamento a longo prazo dos pacientes que tiveram o menisco retirado. Estes pacientes apresentam maior desgaste da cartilagem do joelho e artrose do que as pessoas sem lesão do menisco. Por esse motivo, esforços maiores atualmente em preservar o menisco estão sendo feitos.

Quem tem lesão no menisco pode fazer caminhada?2021-07-01T08:39:55-03:00

De modo geral, algumas lesões no menisco impedem o indivíduo de praticar atividades físicas, outras não exigem restrição nesse sentido. Casos mais graves, exigem que o indivíduo evite atividades de impacto sobre o joelho, tais como caminhar, correr, subir e descer escadas.

O que é sutura do menisco?2021-07-01T08:42:32-03:00

sutura meniscal é uma técnica que permite preservar a totalidade ou a maior parte do menisco quando na indicação de tratamento de uma lesão de menisco, o que tem benefícios futuros, pois previne eventuais alterações degenerativas do joelho. Aquilo que inicialmente era uma técnica de muito difícil execução foi recentemente simplificado com o aparecimento de diversos sistemas de sutura.

Na RM veio degeneração mucóide do menisco, preciso operar?2021-07-01T08:41:24-03:00

A alteração ou degeneração mucóide no menisco não é propriamente uma lesão. Seu tratamento não é cirúrgico. Fisioterapia e medicações devem resolver as queixas. O laudo do seu exame aponta apenas para degeneração mucóide do menisco, porém pode ser que o foco da dor não esteja no menisco e só o exame físico ortopédico poderá dizer isso.

2021-09-12T16:07:46-03:00

Sobre o Autor:

Dr. Márcio R. B. Silveira, formado em 2006 pela faculdade federal de medicina da Universidade de Brasília (UnB), com especialização, no ano de 2009, em Traumatologia e Ortopedia pela residência da Secretária de Saúde de Brasília / DF, em sua rede pública de hospitais, com subespecialização, no ano de 2012, em cirurgia do joelho em Belo Horizonte / MG, acompanhando os médicos do Cruzeiro Esporte Clube e os serviços dos hospitais Maria Amélia Lins, Lifecenter, Belo Horizonte, Belvedere e João XXIII. Médico ortopedista especialista em Traumatologia com foco em Esportiva, Cirurgia do Joelho e Ortopedia do Idoso, atende em Brasília / DF, na sua clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura, fornecendo tratamento conservador e operatório no Cruzeiro, Asa Norte, Taguatinga e Ceilândia.

Deixe um comentário ou questionamento

Ir ao Topo