Tendinites no tornozelo – tratamento

Início/Tornozelo e pé/Tendinites no tornozelo – tratamento

Tendinites no tornozelo

Vários tendões saem da perna, passam pelo tornozelo e chegam até o pé. Eles são como cordas, que ligam o ventre muscular ao osso, ajudando nos movimentos. Se há alguma sobrecarga, causada por estresse repetitivo ou um acidente, alguns desses tendões podem inflamar, o que culmina nas chamadas tendinopatias ou tendinites do tornozelo.
Tendinites no tornozelo

Tendinopatia dos fibulares

Temos no corpo dois músculos fibulares: o fibular curto e o fibular longo. A tendinite nesses músculos costuma gerar dor atrás da saliência óssea da lateral do tornozelo (o maléolo lateral), e costumar ocorrer após um acidente de entorce (“torção” do tornozelo).

>>> Tratamento da Ruptura dos tendões fibulares >>>

Tendinopatia do tibial posterior

O tornozelo possui também uma saliência óssea em sua parte interna, o maléolo medial. Atrás de tal estrutura passa um músculo muito importante para a corrida, chamado tibial posterior. Esse músculo é um dos responsáveis pela formação do arco interno do pé e pela estabilidade do tornozelo. Pessoas com o pé chato ou com o tornozelo instável podem desenvolver inflamação no tendão desse músculo após atividade repetitivas, como a corrida e a caminhada.

>>> Conheça sobre o Pé Plano Adquirido >>>
>>> Saiba sobre a Tendinopatia do tendão de Aquiles >>>

Tendinites no tornozelo

Tendinopatia do tibial anterior

O tibial anterior é o músculo que dobra o pé para cima (dorsiflexão). Ao fazer esse movimento seu tendão fica bem saltado e evidente, sendo possível identificá-lo com certa facilidade. Uma inflamação nessa área é mais rara, mas pode acontecer se esse músculo é mais exigido que o normal (volume de atividade excessivo e movimento inadequado do pé) ou se há alguma limitação articular no tornozelo.

Tratamentos das tendinites no tornozelo

O tratamento fisioterápico dessas tendinites no tornozelo é focado no controle da lesão tecidual, com equipamentos como laser e ultrassom, e no cuidado da causa mecânica do problema, reduzindo a sobrecarga sobre a região. Além disso, pode ser feito uma análise da marcha, para observar alguma alteração biomecânica que pode ser corrigida.

Tratamento especializado e individualizado em Brasília / DF.

>>> Avaliação com a Análise dinâmica da pisada >>>
>>> Cuidados ao usar salto alto >>>

Muito bom! Você leu todo o conteúdo. Gostou? Divulgue para seus amigos(as) e deixe um comentário ou dúvida aqui \/ 

Perguntas frequentes

Quantos tendões temos no tornozelo?2020-03-22T11:01:51-03:00

Tendão calcâneo, tendões fibulares longo e curto, tendão tibial anterior, tendão tibial posterior, tendão flexor longo do halux, flexor longo dos dedos, tendão extensor longo dos dedos. Todos podem ser acometido por tendinites.

Quais os sintomas de tendinites no tornozelo?2020-03-22T10:58:23-03:00

A tendinite nos tornozelos é uma inflamação dos tendões que ligam os ossos e os músculos dos tornozelos, provocando o surgimento de sintomas como dor ao caminhar, rigidez ao movimentar a articulação ou inchaço no tornozelo, por exemplo.

O que é tendinopatia no tornozelo?2020-03-22T10:57:12-03:00

Tendinopatia é causada pelo excesso de uso dos tendões do pé e tornozelo. A tendinopatia é uma lesão de sobrecarga ou por esforço repetitivo, que afeta um ou mais tendões, gerando muita dor, inflamação e até deformidades ósseas quando crônicas. Portanto, em todo corpo, onde há tendão, pode haver tendinite.

Artigos relacionados

2020-08-29T15:19:50-03:00

Sobre o Autor:

Dr. Márcio R. B. Silveira, formado em 2006 pela faculdade federal de medicina da Universidade de Brasília (UnB), com especialização, no ano de 2009, em Traumatologia e Ortopedia pela residência da Secretária de Saúde de Brasília / DF, em sua rede pública de hospitais, com subespecialização, no ano de 2012, em cirurgia do joelho e traumatologia esportiva em Belo Horizonte / MG, acompanhando os médicos do Cruzeiro Esporte Clube e os serviços dos hospitais Maria Amélia Lins, Lifecenter, Belo Horizonte, Belvedere e João XXIII. Atuante principalmente no tratamento de lesões de cartilagem, buscando sua reparação e transplante; lesões de menisco com sutura em crianças e reparo; rupturas ligamentares articulares e sua reconstrução biológica e prevenção; tratamento da artrose, com medidas medicamentosas e artroplastias; tendinites e rompimento de tendões provocadas tanto por atividades esportivas, como por alterações degenerativas; fraturas em idosos que apresentam ossos mais frágeis; e enfoque na reabilitação muscular e postural. Médico ortopedista especialista em Cirurgia do Joelho, Traumatologia Esportiva e Ortopedia do Idoso, atende em Brasília / DF, na sua clínica Salus e Consolidação Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura, fornecendo tratamento conservador e operatório no Plano Piloto, Asa Norte, Taguatinga e Ceilândia.

Um Comentário

  1. Lesões comuns na corrida, ciclismo e natação - Ortopedista Especialista em Traumatologia Esportiva - DF 13 de junho de 2019 em 09:32- Responder

    […] Na Corrida: fascite, tendinites nos membros inferiores, dor na perna, ruptura de menisco, edema ósseo, entorse de tornozelo, condropatia, lombalgia, […]

Deixe um comentário ou questionamento