Lesão do ligamento cruzado anterior em crianças pode tratar com cirurgia?

ligamento cruzado anterior em crianças

Pode ser realizado uma cirurgia do ligamento cruzado anterior em crianças (LCA)?

A cirurgia de reconstrução do LCA é o tratamento padrão para os jovens e pessoas ativas que tem uma ruptura traumática . Mas o que acontece quando essa pessoa é uma criança? A cirurgia de ligamento cruzado anterior em crianças deve ser adiada até ficar mais velha? Ou a reconstrução do LCA deve ser realizada antes da maturidade esquelética?

Tradicionalmente, quando uma criança machucava o ligamento cruzado anterior (LCA), um importante estabilizador do joelho, os cirurgiões eram relutantes em operar e reconstruir o ligamento imediatamente por medo de danificar a placa de crescimento. A preocupação era que, antes de a criança ter alcançado a maturidade esquelética (cerca de 12-13 anos nas meninas ou 14-15 anos nos meninos), este tipo de cirurgia apresentaria um risco de lesão da placa de crescimento. E uma lesão na placa de crescimento poderia levar a uma deformidade angular ou a uma discrepância de comprimento nos membros inferiores . No entanto, pesquisas recentes mostram que o risco de problemas na placa de crescimento é muito menor que o risco de deixar um joelho instável sem ligamento cruzado .

As placas de crescimento são a parte responsável dos ossos das crianças pelo crescimento em comprimento. Estas placas estão localizadas nas extremidades dos ossos longos. Particularmente nos membros inferiores, boa parte do crescimento se deve ‘as placas do fêmur distal e tíbia proximal.

LCA em crianças

Tratamento

Apesar desses resultados, a tomada de decisão no tratamento dessa população deve ser individualizada. Tem de considerar não só a idade cronológica, como a idade óssea, menarca (no casos da mulheres), tipo de atividade física, expectativa dos pais, presença de lesões associadas, grau de instabilidade, etc.
Além disso, vale a pena ressaltar que a decisão cirúrgica envolve diferentes técnicas conforme a idade do paciente.

Pode ocorrer uma rotura meniscal associada, que deve ser tratado com sutura do menisco. A perda dessa estrutura nessa idade vai provocar uma artrose precoce.

Em relação a reconstrução do ligamento cruzado anterior em crianças, a partir dos 12 anos,  a operação pode ser realizada, com baixo risco de complicações. O osso já tem um volume suficiente para utilizar técnicas que não atravessem a fise no fêmur. Estudos tem demonstrado que ao transfixar a fise em um ângulo reto, não provoca alterações de crescimento.

Contudo, abaixo dessa idade, a instabilidade sendo muito grande, tem de ser realizado técnicas operatórias extra-ósseas, que tem uma estabilidade baixa.

Muito bom! Você leu todo o conteúdo. Gostou? Divulgue para seus amigos(as) e deixe um comentário ou dúvida aqui 

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Segunda à Sexta em horário comercial

Veja a agenda clicando aqui

Deixe uma avaliação!