Pilates na terceira idade

O Pilates na terceira idade é uma atividade com inúmeras vantagens. Entre elas estão, a possibilidade de um convívio social muitas vezes limitado nesta fase da vida. 

O pilates é um método de exercitar o corpo sem muito esforço, seu objetivo é obter o controle do corpo pela mente, até por isso que suas principais premissas sejam a respiração, concentração e precisão. Essa atividade traz consigo benefícios para quem a pratica, independente de sua idade, mas em relação aos idosos, os efeitos são ainda melhores, uma vez que nessa faixa etária.

Além disso, doenças comuns no idoso como a osteoporose, por exemplo, onde a fragilidade do esqueleto é muito grande aumentando o risco de traumas e lesões, podem ser tratadas através do fortalecimento de músculos das regiões da coluna e do quadril, onde normalmente a osteoporose acontece. 

 

pilates na terceira idade

 

Vantagens do Pilates na terceira idade

O Pilates tem como foco principal o fortalecimento da musculatura do “centro de força”, composta pelos músculos abdominais, assoalho pélvico, diafragma e músculos da coluna lombar. Trabalhando esta região, problemas como dor crônica recorrente de má postura apresentam uma melhora bastante significativa. O trabalho também irá auxiliar pessoas com problemas de incontinência urinária. 

Além disso, o fortalecimento da região abdominal e estabilização da coluna no idoso, melhoram a caminhada e a agilidade ao se levantar. Exercitar o equilíbrio traz a melhora das atividades cognitivas, diminuindo os riscos de queda. 

Conhecer o próprio corpo aumenta a qualidade de vida e transforma hábitos posturais cotidianos, como caminhar, levantar, se vestir e manusear objetos. Experimentar no corpo o que significa qualidade de vida e interação social é um dos maiores benefícios que o Pilates pode trazer para a terceira idade. 

Porque fazer Pilates?

Para atenuar os riscos provocados pelo envelhecimento, é indicada a prática de uma atividade física regular e moderada que faça a manutenção do condicionamento cardiorrespiratório, da força muscular e da resistência. Por isso a importância do Pilates na terceira idade.

Proporciona bem-estar, qualidade do sono e ajuda na saúde mental

Muito se sabe sobre a parte física envolvida no pilates, mas pouco se fala nos benefícios mentais. Outra base fundamental da atividade é a concentração. O método usado no pilates na terceira idade exige concentração constante. Buscando pela aprimoração do movimento, é preciso manter o foco, para que corpo e mente estejam sincronizados.

Como o pilates contribui para a liberação de endorfina, o corpo terá a sensação de bem estar e alivia totalmente o estresse, uma vez relaxado, o sono se torna mais gostoso e profundo.

Previne doenças como o AVC e o ataque cardíaco

O AVC, ou Ataque Vascular Cerebral, é um dos males que mais deixa sequelas em idosos e é o segundo fator que mais causa mortes no mundo. Resultante da falta de irrigação sanguínea ao cérebro, o AVC pode ser prevenido através do pilates na terceira idade.

Além de fortalecer os músculos, a atividade no idoso devolve uma postura correta, recupera os movimentos musculares e trabalha também com a mente do praticante. Isso ajuda o paciente a ter bons resultados em sua recuperação e acelerá-la.

Melhora a circulação sanguínea

Para um fluxo venoso saudável é preciso que os músculos do abdômen sejam trabalhados em conjunto com uma respiração correta. A respiração feita de maneira incorreta acarreta em diversos danos à saúde. O mais comum é a dificuldade em manter o fluxo venoso no idoso, devido ao ar reprimido que aumenta a pressão intra-abdominal.

Melhora da mobilidade articular e reduz os sintomas da osteoporose

Por ser um método eficiente no desenvolvimento consciente de movimentos, o pilates é uma atividade que promove um desenvolvimento a longo prazo. Além de ser feito sob supervisão de um fisioterapeuta. Pode-se dizer que o pilates na terceira idade tem baixo risco de provocar lesões ou sobrecarga nos ossos, devido à sua metodologia.

Idosos que possuem dores nas articulações tendem a melhorar com a atividade. Os movimentos de tração e tensão melhoram aspectos como a força e a flexibilidade. Isso tudo favorece uma remodelagem óssea.

Pilates para idosos reduz as chances de quedas

As quedas na terceira idade são um problema grave na vida do idoso. Para evitar esse problema te, de fazer uma prevenção da quedas. Isso evita complicações pós quedas já que dessa forma o idoso consegue ser socorrido mesmo que esteja inconsciente.

As técnicas disponibilizadas pelo pilates na terceira idade minimizam os efeitos do envelhecimento, pois, ajudam a manter a saúde e as funcionalidades do corpo. O pilates é conhecido como arte do controle e do equilíbrio da mente em comunhão com o corpo. Portanto, visa o controle consciente dos movimentos, aperfeiçoando o físico.

Os exercícios realizados no pilates têm como um dos objetivos o fortalecimento dos aspectos fisiológicos da pessoa idosa. Pensando em evitar disfunções a repetição dos exercícios executados, melhora não só a massa muscular, mas também o equilíbrio o que contribui na redução de quedas na terceira idade.

Por isso, é importante que o profissional da área tenha como objetivo: manter a capacidade funcional entendendo a particularidade de cada idoso. Com isso, é possível manter plena as habilidades mentais e físicas, por fim conquistar maior autonomia e independência!

Referência:
– A influência do método Pilates solo em idosos sedentários na melhora da flexibilidade e da qualidade do sono

 

Importância dos exercícios >
Marcar sessões de Pilates >

 

TEM ALGUMA DÚVIDA? Então deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.

 

[jetpack-related-posts]