Questionamentos mais comuns sobre ruptura dos meniscos:

ruptura dos meniscos

1. O que são os meniscos?

Meniscos são estruturas fibrocartilaginosas em formato da letra C presentes no topo do osso denominado tíbia. Funcionam como anteparos para aumentar a congruência articular entre a tíbia e fêmur.

2. O que é o menisco medial?

É a estrutura localizada na parte de dentro do joelho. Auxilia na estabilização de anterior para posterior do ligamento cruzado anterior. Estatisticamente, costuma ser mais lesionado que o menisco lateral.

3. O que é o menisco lateral?

Estrutura localizada na parte externa do joelho. Como é mais inervada que o menisco medial, costuma doer mais quando lesionado.

Auxilia no movimento de rotação do joelho durante a flexão e extensão.

Dr. Márcio Silveira: Ortopedista Especialista em Traumatologia Esportiva, Joelho - Adulto e Infantil - e Idoso menisco no lado de fora do joelho

4. O que significa ruptura dos meniscos?

Ruptura dos meniscos significa que a estrutura sofreu algum tipo de lesão que pode ser desde um corte (rasgo), ou a formação de um “flap” ou uma alça de balde, ou seja, um pedaço acaba se destacando e fica solto “dançando” dentro da articulação.

É normal encontrarmos pacientes que sofreram o problema quando o joelho estava flexionado ou semiflexionado.

Nessa posição, ele foi submetido a uma força rotacional de grande magnitude e o menisco foi comprimido entre as estruturas esqueléticas. Dependendo da pressão exercida sobre ele nessa posição ele pode ser lesionado.

Boa parte dos casos de lesão de menisco que encontramos estão relacionados a um trauma. Jovens que praticam esportes, por exemplo, sofrem com o problema frequentemente. Pacientes mais velhos também podem exibir essas lesões por causa de movimentos torcionais relativamente pequenos que são feitos durante a vida diária.

5. Quais os sintomas da ruptura dos meniscos?

Os sintomas da ruptura dos meniscos incluem dor, tanto na parte de dentro (menisco medial), quanto na parte de fora (menisco lateral) que se agrava durante a rotação do joelho, quando paciente se agacha ou estica demais o joelho.

O que é a água no joelho ou derrame articular? >

Outro sintoma bastante como é a sensação de bloqueio ou travamento.

Dr. Márcio Silveira: Ortopedista Especialista em Traumatologia Esportiva, Joelho - Adulto e Infantil - e Idoso lesao meniscal

6. O que é a cirurgia para ruptura dos meniscos?

Trata-se de um procedimento feito por vídeo (artroscopia do joelho) para tratamento da ruptura dos meniscos, na  qual a lesão é tratada tanto pela retirada parcial do menisco (a isso chamamos de meniscectomia), quanto da sutura ou costura do menisco. Esta última tem ser tornado cada vez mais uma alternativa, principalmente entre pacientes mais jovens.

7. Menisco se regenera?

Infelizmente, os meniscos, assim como a cartilagem, são tecidos que tem um suprimento sanguíneo muito limitado (avasculares). Uma vez lesionados sua cicatrização é pequena e geralmente acontece nas lesões localizadas mais na borda (periferia ou zona vermelha-vermelha) do que na região central (zona branca-branca).

Para compreender melhor o quadro, podemos classificar a lesão de acordo com sua localização. Elas são divididas por causa de vascularização do menisco e qual foi o padrão lesivo. Encontramos lesões nas regiões:

  • Vermelha-vermelha;
  • Vermelha-branca;
  • Branca-branca.

8. Existe tratamento alternativo para a lesão do menisco?

Apesar de existirem poucos estudos publicados, existem tratamentos alternativos como o implante de células tronco e técnicas de micro-perfuração para a ruptura dos meniscos, denominadas “drilling”. Estas duas tem sido descritas para lesões em pacientes mais jovens.

9. O que é a meniscopatia degenerativa?

Trata-se de uma lesão ligada ao envelhecimento desta estrutura, geralmente uma clivagem horizontal que pode ou não estar associado a formação de um cisto peri-meniscal, principalmente quando acomete o menisco lateral.

A fisioterapia pode ser considerada como uma primeira opção de tratamento. Caso os resultados não auxiliem o paciente dentro de certo tempo, a cirurgia pode ajudar esse indivíduo a retomar sua qualidade de vida.

6 tipos de rotura do menisco medial ou lateral

Rotura do menisco

A rotura do menisco (lesão ou ruptura) é uma lesão do joelho bastante frequente, que causa dor na articulação do joelho. Existem dois meniscos no joelho que se encontram entre o fêmur e a tíbia. São compostos por fibrocartilagem e possuem uma forma semicircular que se adapta à superfície articular da tíbia.

Um menisco está na parte interna (medial) do joelho, enquanto o outro está do lado de fora (lateral).

O menisco que rompe mais facilmente é o medial, porque tem uma péssima mobilidade, se o joelho se move muito rapidamente o menisco interno pode esticar demais causando uma lesão.

A incidência e a frequência da lesão do menisco estão crescendo, pode afetar qualquer um. Contudo os atletas que praticam esportes de contato são mais susceptíveis, principalmente os jogadores de futebol.

A prevenção de fissuras meniscais é muito difícil, o fortalecimento dos músculos do joelho e quadril é a única maneira de reduzir o risco.

O paciente com lesão do menisco pode andar, geralmente não sente dor quando caminha no plano, mas uma longa caminhada pode agravar a inflamação.

>>> Conheça as principais causas de dor no joelho >>>

Qual parte do menisco se rompe?

Existem vários tipos de rotura do menisco, o diagnóstico da ruptura do menisco é crucial porque apenas algumas lesões podem ser operadas. A ruptura ocorre mais frequentemente no corno posterior do menisco medial, enquanto no corno anterior do menisco lateral é mais raro.

Lesão nas bordas desgastadas
O dano no menisco pode ser simplesmente uma borda desgastada. O cirurgião pode remover a borda danificada na esperança de que a parte do menisco desgastado seja pequena. No caso onde todo o menisco é desgastado, a função do amortecedor é gravemente prejudicada, a consequência é que a cartilagem nas extremidades do fêmur e da tíbia é sobrecarregada. Neste caso é possível desenvolver a artrose precoce do joelho.

1 – O que é meniscose?

rotura do menisco

O menisco também pode se danificar devido ao desgaste, pode degenerar como artrose nas articulações, neste caso indica uma meniscose.

Esta doença típica dos idosos e adultos velhos é caracterizada por uma erosão lenta da fibrocartilagem, mesmo na ausência de lesões diretas ou indiretas.
Os sintomas da degeneração do menisco são dor nos últimos graus de flexão e durante a caminhada ou a corrida.

2 – Rotura do menisco radial

A rotura do menisco radial começa ao longo da borda interna do menisco e cruza completamente ou parcialmente. Esse tipo de quebra muitas vezes ocorre no menisco lateral.

Quando uma lesão radial do menisco é pequena, é difícil identificar, mas quando ela cresce e se torna uma ruptura completa é chamada bico de papagaio, parece como uma perda de um pedaço do menisco.

3 – Rotura do menisco do tipo bico de papagaio

Este tipo de rotura do menisco com o tempo a lesão cresce e começa a causar um bloqueio articular durante o movimento. A lesão do bico de papagaio é causada por trauma, esforço repetitivo ou trabalho pesado e muitas vezes ocorre junto com outras lesões.

A parte interna não cicatriza devido à falta de vascularização nesta área, portanto, o cirurgião remove a parte do menisco. O importante é curar a porção externa, porque é mais importante para o joelho, chamada de muro. A lesão do menisco radial é frequentemente associada com a ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA).

4 – Rotura do menisco longitudinal e circunferencial

Uma rotura do menisco longitudinal estende-se longitudinalmente na direção das fibras de colágeno que corre paralelo à borda do menisco. Este tipo de ruptura divide o menisco em uma seção interna e externa.

No entanto, a ruptura geralmente não toca a borda do menisco. Geralmente se encontra mais do lado medial e é causada por movimentos repetitivos. Geralmente começa como uma laceração parcial no corno posterior que também pode cicatrizar espontaneamente.

5 – Rotura do menisco em alça de balde

Se a rotura do menisco longitudinal não cicatriza adequadamente pode provocar uma lesão com deslocamento, conhecida como lesão em alça de balde. Ista é uma ruptura completa de cima para baixo, mas nunca toca a borda interna do menisco. Existe um risco que a alça possa virar e causar o bloqueio do joelho, que impede a extensão.

Este tipo de lesão representa o 10% de todas as rupturas do menisco e provoca o bloqueio em flexão do joelho. Podemos observar mais frequentemente em atletas jovens e ocorre em 50% das lesões do cruzado anterior.

6 – Rotura do menisco horizontal

Uma rotura do menisco horizontal começa como uma ruptura na parte mais profunda do menisco. Essa lesão separa o menisco em uma seção superior e uma inferior (como um pão fatiado). Muitas vezes não é visível e se move do corno posterior ou dá metade para a parte interna do menisco.

Muitas vezes ocorre no menisco lateral, no entanto, pode ocorrer em ambos os meniscos.

Uma rotura do menisco com desvio horizontal pode desenvolver a laceração se não for curada. Este tipo de ruptura do menisco é horizontal na superfície do menisco e cria uma borda que se solta quando o joelho se move, portanto o paciente irá sentir um clique ao tentar dobrar a perna.

Para entender melhor esta lesão, é necessário pensar ao menisco como se fosse dividido em duas partes, uma parte daquela superior se separa e vira, o resultado final é semelhante a um livro aberto. Ocorre devido a uma grande força que quebra o menisco de dentro; pode facilmente tornar-se uma lesão complexa, se não curada.

O que fazer? Como curar uma rotura do menisco horizontal?

O cirurgião remove a borda inferior durante a cirurgia para evitar mais rasgos. Dado que a periferia do menisco não é comprometida e manteve-se bastante fibrocartilagem, após a cirurgia a função do amortecedor do menisco é mantida.

Se esta rotura do menisco estende-se desde o ápice do menisco para a borda externa, é possível desenvolver um cisto meniscal (uma massa que se desenvolve a partir de um acúmulo de líquido sinovial ao longo da borda exterior do menisco).

 

Mais esclarecimentos

Mais sobre lesões dos meniscos >

MUITO BOM! VOCÊ LEU TODO O CONTEÚDO. Ficou alguma dúvida? Deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.