Lesão do ligamento cruzado posterior

Início/Especialidade de Joelho/Lesão do ligamento cruzado posterior
lesão do ligamento cruzado posterior

O ligamento cruzado posterior é uma estrutura fibrosa que conecta o osso do fêmur com o osso da tíbia. O ligamento cruzado anterior e posterior são responsáveis pela estabilidade do joelho. Em geral, a lesão do ligamento cruzado posterior ocorre com traumas de maior energia como acidentes de carro (trauma no painel do carro), motocicleta, atropelamento ou queda de alturas. No entanto, traumas menores como a queda direta com o joelho fletido também pode ocasionar a lesão deste ligamento.

Sintomas da lesão do ligamento cruzado posterior

Os sintomas vão depender da gravidade da lesão. Em geral logo após o acidente, o joelho fica bastante inchado e dolorido. O paciente apresenta bastante dor para caminhar.

Após o acidente, é importante procurar um especialista para afastar outros problemas associados a lesão deste ligamento. Como a lesão deste ligamento é causada por alto grau de energia, frequentemente lesões ligamentares associadas ocorrem. Caso o trauma seja mais grave, lesões vasculares e neurológicas podem ocorrer.

Após o período de cerca de 4 semanas, o inchaço e dor regridem e os sintomas de instabilidade começam a aparecer.

Lesão crônica

As lesões antigas (crônicas) do ligamento cruzado posterior podem se manifestar com instabilidade do joelho. Alguns pacientes conseguem notar que a perna tem um movimento aumentado no sentido antero-posterior.

Dor na frente do joelho, logo atrás da patela, pode ser percebida devido ao aumento da pressão na articulação da patela com o fêmur. Isso ocorre devido ao deslocamento posterior da tíbia decorrente da perda de função do ligamento cruzado posterior.

Diagnóstico da lesão do ligamento cruzado posterior

O diagnóstico deve ser feito por um ortopedista especializado. O exame físico minucioso é a melhor maneira de se fazer o diagnóstico da lesão do ligamento cruzado posterior.

Os exames complementares como radiografias e ressonância magnética fazem parte da investigação e ajudam a identificar lesões associadas como lesões de menisco, cartilagem e de outros ligamentos.

ligamento cruzado posterior cirurgia

A lesão do Ligamento Cruzado Posterior necessita de cirurgia?

A lesão do ligamento cruzado posterior pode ser classificado em 3 graus de acordo com a gravidade. As parciais são conservadoras. É um ligamento que cicatriza bem. As lesões isoladas podem ser tratadas de maneira não cirúrgica. No entanto, as lesões totais e com lesões ligamentares associadas necessitam de tratamento cirúrgico, na maioria das situações.

Tratamento especializado e individualizado em Brasília / DF, no Plano Piloto, Asa Norte, Ceilândia e Águas Claras.

>>> Lesão do Canto Póstero-Lateral do Joelho >>>

Tratamento conservador

Uso de tala imobilizando o joelho por 6 semanas. Pode retirar para fazer exercícios em pronação, após a 3 semana.

Tratamento operatório

A cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado posterior deve ser individualizada para cada paciente. Em geral, a cirurgia é realizada por vídeo (artroscopia).

É necessário utilizar substitutos (enxerto) para a substituição do ligamento rompido. Tenho preferência pelo tendão quadricepital retirado do próprio paciente.

>>> Reconstrução do LCP por artroscopia >>>

Referências

Muito bom! Você leu todo o conteúdo. Gostou? Divulgue para seus amigos(as) e deixe um comentário ou dúvida aqui 

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Segunda à Sexta em horário comercial
Em Brasília / DF, no plano piloto, Asa Norte, Ceilândia e Águas Claras.

Veja a agenda clicando aqui

Perguntas frequentes

Onde fica o ligamento cruzado posterior?2020-03-18T16:39:00-03:00

O ligamento cruzado posterior está localizado na parte de trás do joelho. Ele conecta a parte de trás do fêmur (osso da coxa) a parte de trás da tíbia (osso da perna) atrás do LCA. Funciona como um estabilizador primário do joelho e o principal controlador de quanto a tíbia se move pra trás em relação ao fêmur.

Como tratar ligamento cruzado posterior?2020-03-18T16:37:33-03:00

Habitualmente, o tratamento inicial para lesões de ligamento cruzado posterior é conservador (não-cirúrgico). Repouso e anti-inflamatórios, podem ajudar a diminuir esses sintomas. A maior parte dos pacientes são liberados para caminhar apoiando a perna no chão.

Qual é a função do ligamento cruzado posterior?2020-03-18T16:36:29-03:00

O ligamento cruzado posterior (LCP) tem como função principal impedir a translação posterior da tíbia em relação ao fêmur (conhecida como gaveta posterior). A lesão do LCP leva à instabilidade do joelho e à hiperpressão fêmoro-patelar, sendo evidente com a queda posterior da perna quando o joelho é dobrado a 90 graus.

Artigos relacionados

2020-03-18T16:41:19-03:00

Sobre o Autor:

Dr. Márcio R. B. Silveira, formado em 2006 pela faculdade federal de medicina da Universidade de Brasília (UnB), com especialização, no ano de 2009, em Traumatologia e Ortopedia pela residência da Secretária de Saúde de Brasília / DF, em sua rede pública de hospitais, com subespecialização, no ano de 2012, em cirurgia do joelho e traumatologia esportiva em Belo Horizonte / MG, acompanhando os médicos do Cruzeiro Esporte Clube e os serviços dos hospitais Maria Amélia Lins, Lifecenter, Belo Horizonte, Belvedere e João XXIII. Atuante principalmente no tratamento de lesões de cartilagem, buscando sua reparação e transplante; lesões de menisco com sutura em crianças e reparo; rupturas ligamentares articulares e sua reconstrução biológica e prevenção; tratamento da artrose, com medidas medicamentosas e artroplastias; tendinites e rompimento de tendões provocadas tanto por atividades esportivas, como por alterações degenerativas; fraturas em idosos que apresentam ossos mais frágeis; e enfoque na reabilitação muscular e postural. Médico ortopedista especialista em Cirurgia do Joelho, Traumatologia Esportiva e Ortopedia do Idoso, atende em Brasília / DF, na sua clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura, fornecendo tratamento conservador e operatório no Plano Piloto, Asa Norte, Águas Claras e Ceilândia.

Um Comentário

  1. […] Ruptura do ligamento cruzado posterior […]

Deixe um comentário ou questionamento