Tendinite Quadricipital

tendinite quadricipital

É essencialmente uma micro-lesão de algumas fibras do tendão do músculo quadríceps ou da inserção do próprio tendão. Pode ocorrer uma avulsão menor (um rasgo) de algumas fibras do tendão quadríceps do pólo superior da patela.

O forte músculo quadríceps na frente da coxa tem inserção no pólo superior da patela com seu tendão (o tendão do quadríceps). Este tendão cobre a patela e continua para baixo formando o tendão patelar semelhante a uma corda.

A tendinite do quadríceps é comum em pessoas que exercem atividades desportivas tais como correr, saltar, travar e reiniciar. A dor por tendinite de quadríceps é sentida na área logo acima do joelho. Pode apresentar-se inchaço e hipersensibilidade no tendão e em torno dele. Em alguns casos, esta dor pode ser leve, enquanto que em outros pode ser o suficiente para impedir os atletas de continuar o esporte.

Como acontece com qualquer lesão, é necessário alterar o nível de atividade. Isto, obviamente, vai depender de como você sente a dor, mas em um período de treinamento duro, ou preparação atlética para o campeonato, um período de exercícios relativamente leves e um pouco de descanso pode ser necessário.
Continuando a treinar ou jogar com tendinite, a inflamação se agrava e se torna crônica, mantendo os atletas fora da corrida por um longo período.

>>> Tratamentos para Tendinites no joelho >>>

Tendinopatia Quadricipital

Semelhante a Tendinopatia Patelar, evita-se utilizar o termo Tendinite, pois na área da saúde o sufixo “ite” remete à inflamação e vários estudos demonstram que essas lesões por sobrecarga não apresentam processo inflamatório, e sim alterações degenerativas. A dor nessa região está relacionado a atletas com idade acima de 40 – 50 anos e pessoas ou atletas que realizam repetitivamente levantamento de peso. Isso deve-se a alta pressão sobre a inserção do tendão quadricipital. A ruptura do tendão quadricipital normalmente está associada à súbita dor na região superior da patela durante prática esportiva ou queda. A incapacidade de estender o joelho pode indicar ruptura completa do tendão.

tratamento para tendinite quadricipital

Tratamento

  • Repouso
  • Fisioterapia
  • Medicação AINE
  • Imobilização com órteses
  • Fortalecimento com correção de desequilíbrios musculares
  • Operação em casos crônicos

Avaliação postural / biomecânica

A postura e a biomecânica são os dois aspectos mais importantes do movimento. A interação correta pode ser difícil de manter. Analisar a postura correta pode revelar problemas importantes como a pronação da articulação e as técnicas de treinamento erradas (técnicas de treinamento incorreto podem sobrecarregar certas áreas).

>>> Marque uma avaliação aqui >>>

Reabilitação

Para este tipo de lesão deve prestar especial atenção aos músculos que cercam a articulação do joelho. Estes músculos são:

  • Quadríceps,
  • Músculos posteriores da coxa,
  • Gastrocnêmio,
  • Iliopsoas.

Se os flexores do quadril (iliopsoas) são curtos, colocam o quadril em flexão tensionando o músculo reto femoral do quadríceps que fica encurtado e sobrecarregado, instruções aqui >

Prognóstico

Na maioria dos casos, a tendinite do quadríceps passa em 2/3 semanas graças ao repouso, mas um tratamento fisioterápico ainda é necessário para acelerar a cicatrização. Se a tendinite é crônica, é necessário um longo tempo para se recuperar totalmente com repouso, fisioterapia e um programa adequado de exercícios de reabilitação de 4 a 8 meses.

>>> O que é a Rotura do tendão quadricipital >>>

Muito bom! Você leu todo o conteúdo. Gostou? Divulgue para seus amigos(as) e deixe um comentário ou dúvida aqui 
Consultórios

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Segunda à Sexta em horário comercial

Veja a agenda clicando aqui

Ver todos os Artigos