Artrose no joelho

artrose no joelho

A artrose é uma inflamação decorrente do desgaste da cartilagem em uma ou mais das suas articulações. Dor, inchaço e rigidez são os principais sintomas. Qualquer articulações afetadas no corpo podem ter o quadro clínico, mas é particularmente comum no joelho.

>>> O que é Cartilagem >>>

Artrose do joelho pode tornar difícil de fazer muitas atividades cotidianas, como caminhar ou subir escadas. É uma das principais causas de afastamento do trabalho e uma deficiência grave para muitas pessoas.

Embora não haja cura para a artrose, existem muitas opções de tratamento disponíveis para ajudar a controlar a dor e manter as pessoas ativas.

Descrição

Os principais tipos de artrose que afetam o joelho são a osteoartrose primária, a provocada pela artrite reumatóide e a artrose pós-traumática.

Osteoartrose Primária

A osteoartrose é a forma mais comum de artrose no joelho. É um “desgaste-e-rasga” tipo degenerativo de artrose que ocorre mais frequentemente em pessoas com 50 anos de idade e mais velhos, mas pode ocorrer em pessoas mais jovens também.

Nela, a cartilagem na articulação do joelho gradualmente se desgasta. Como a cartilagem se desgasta, torna-se áspera, e o espaço entre os ossos diminui. Isto pode resultar no atrito osso-osso, e produzem dor e formação óssea atópica.

Osteoartrose se desenvolve lentamente e a dor piora com o tempo.

>>> O que é Sarcopenia >>>

Artrite Reumatóide

A artrite reumatóide é uma doença crônica que ataca várias articulações em todo o corpo, incluindo a articulação do joelho. É simétrico, o que significa que geralmente afeta a mesma articulação em ambos os lados do corpo.

Nela, a membrana sinovial, que cobre a articulação do joelho, começa a inchar, resultando em dor e rigidez no joelho.

A artrite reumatóide é uma doença auto-imune. Isto significa que o sistema imunitário ataca os seus próprios tecidos. O sistema imunológico provoca danos ao tecido normal (como cartilagem e ligamentos) e enfraquece o osso.

Artrose pós-traumática

Artrose pós-traumática é a forma de artrose que se desenvolve após uma lesão no joelho. Por exemplo, um osso fraturado pode danificar a superfície articular e conduzir a artrose anos após a lesão. Lesões meniscais e lesões ligamentares podem causar instabilidade e desgaste adicional sobre a cartilagem do joelho, que, ao longo do tempo, pode resultar em artrose.

Sintomas

A articulação do joelho afetada pela artrose pode ser dolorosa e inchada. De um modo geral, a dor desenvolve-se gradualmente ao longo do tempo, embora o início súbito também seja possível. Demais sintomas podem ser:

  • A articulação pode tornar-se rígida e volumosa, ficando difícil dobrar e esticar o joelho.
  • Dor no joelho e inchaço pode ser pior na parte da manhã, ou depois de sentar-se ou repousar-se.
  • Atividade vigorosa pode causar dor e sensação de calor.
  • Fragmentos soltos de cartilagem e outros tecidos podem interferir com o movimento suave das articulações. O joelho pode “travar” durante o movimento; pode ranger, estalar ou fazer um barulho incomodativo (crepitação).
  • A dor pode causar uma sensação de fraqueza no joelho.
  • Muitas pessoas com artrose sentem dores nas articulações com tempo chuvoso ou frio.

>>> Como Evitar a dor no frio >>>

Artrite no Joelho Sintomas

Os sintomas da artrite são dor, inchaço e uma vermelhidão que pode levar à perda de função, ou seja, a falta de movimento total ou parcial da articulação. A artrite pode ocorrer nas doenças articulares mais comuns, como osteoartrite, que é chamada de artrose.

Artrose é uma doença articular inflamatória que cursa com artrite (processo inflamatório).

artrose no joelho

Radiografia de joelho com artrose

Exame médico ortopédico

Durante a sua consulta, o seu médico irá conversar com você sobre os seus sintomas e história médica, realizar um exame físico e, possivelmente, pedir exames de diagnóstico, como radiografias ou exames de sangue.

Exame físico

Durante o exame físico, o médico vai olhar para:

  • Inchaço das articulações, calor ou vermelhidão
  • Sensibilidade sobre o joelho
  • A amplitude de movimento passiva e ativa
  • A instabilidade da articulação
  • Crepitação (a sensação de atrito dentro da articulação) com o movimento
  • Dor quando o peso é colocado sobre o joelho
  • Problemas com a sua marcha (o jeito que você anda)
  • Quaisquer sinais de lesões nos músculos, tendões e ligamentos que cercam o joelho
  • Envolvimento de outras articulações (uma indicação de artrite reumatóide)

>>> O que é Cisto de Baker >>>

Exames de imagem

Radiografias: estes exames criam imagens detalhadas de estruturas densas, como o osso. Eles podem ajudar a distinguir entre várias formas de artrite. O raio X de um joelho artrítico pode apresentar um estreitamento dos espaços da articulação, alterações no osso e a formação de osteófitos (pontas de osso).

Outros testes: Ocasionalmente, uma ressonância magnética (RM), tomografia computadorizada (TC) ou uma cintilografia do osso pode ser necessária para determinar o estado das estruturas ósseas e tecidos moles do seu joelho.

Exames laboratoriais

O seu médico pode também recomendar exames de sangue para determinar qual tipo de artrite que você tem. Em alguns tipos de artrite, incluindo artrite reumatóide, irão ajudar no diagnóstico adequado.

Tratamentos

Uma vez feito o diagnóstico de uma lesão condral no joelho, o seu tratamento se impõe e deverá ser feito de acordo com a extensão da mesma. Nos casos de osteoartrose avançada o tratamento se baseia em correções de alinhamento do joelho e próteses parciais ou totais. Nos pacientes jovens com artrose localizada, inicialmente o tratamento deve ser conservador, através de medicamentos específicos para o tratamento de artrose, que podem ser sistêmicos ou locais dependendo da resposta e gravidade da lesão. Também é de fundamental importância que seja instituído o tratamento fisioterápico com exercícios regulares de fortalecimento e alongamento de grupos musculares específicos. Outras medidas importantes são a orientação ao paciente quanto ao seu controle de peso e quanto aos seus limites nas atividades físicas esportivas.

>>> Para que serve a Análise da Marcha >>>

>>> Exercícios de Fortalecimento para idosos >>>

Tratamento medicamentoso oral

Para estas lesões é limitado e baseia-se no uso de suplementos alimentares (colágeno hidrolisado), sendo que o uso desta conduta é controverso, podendo ser utilizado alimentos como gelatina ou colágeno manipulado. Existem fitoterápicos anti-inflamatórios e imunomoduladores, como a Harpagophytum procumbens DC ou a curcuma, que podem ser usados por períodos prolongados.

Viscossuplementação

Aplicações de ácido hialurônico intra-articular, alivia os sintomas, em artroses leves e moderadas, podendo ser repetido de 6 meses a 1 ano. Sempre associado com atividade física para manter a mobilidade articular e o trofismo muscular adequado.

>>> O que é Viscossuplementação >>>

>>> Dicas de cuidados para quem tem artrose >>>

artrose no joelho

Tratamento cirúrgico

Osteotomias

O desgaste da cartilagem no joelho muitas vezes reflete alterações que derivam de um mau alinhamento dos membros inferiores, sobrecarregando a articulação. A correção do eixo de carga dos membros inferiores é feito através de osteotomias ou substituições articulares. Essa avaliação deve ser realizada pelo cirurgião que deve analisar alguns parâmetros como idade fisiológica do paciente, constituição física, integridade e suficiência muscular, grau de acometimento ou preservação de outras partes do joelho, movimentação articular e deformidades, nível de atividade física e demanda funcional, doenças reumáticas e outros.

>>> Osteotomias no joelho >>>

A osteotomia é uma cirurgia realizada para corrigir distorções angulares dos membros inferiores. Este procedimento tem maior eficácia quando a pessoa tem uma perna com o eixo de carga fora do centro do joelho, para o lado interno – joelho varo – ou para o lado externo – joelho valgo -. Pacientes com casos de artrose do joelho, a eficácia do tratamento depende de se tratar de uma lesão ou artrose relativamente localizada. Se o joelho se encontra todo acometido, as cirurgias de osteotomias que modificam o eixo não são eficazes. As cirurgias de osteotomias podem ser realizadas tanto no fêmur (osso da coxa) como na tíbia (osso da perna). As osteotomias para correção dos joelhos varos são realizadas na tíbia e as osteotomias para correção dos joelhos valgos são realizadas no fêmur.

Substituição protética do joelho

>>> Artroplastia de joelho >>>

Muito bom! Você leu todo o conteúdo. Gostou? Divulgue para seus amigos(as) e deixe um comentário ou dúvida aqui 
clínica salus trata

Agende uma consulta!

Descubra nossos protocolos de tratamento eficazes e sem cirurgia, baseados em exame clínico detalhado, análise computadorizada da marcha e corrida e mais de 60 trabalhos científicos.

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Segunda à Sexta em horário comercial

Veja a agenda clicando aqui

Deixe uma avaliação!