Ruptura do ligamento cruzado anterior

Início/Especialidade de Joelho/Ruptura do ligamento cruzado anterior
ruptura do ligamento cruzado anterior

Caso tenha ligamento cruzado anterior rompido, pode necessitar de cirurgia para recuperar a função total após a lesão para estabilizar o joelho. Isso vai depender de vários fatores, tais como a gravidade de sua lesão e seu nível de atividade.

Cerca de metade de todas as lesões do ligamento cruzado anterior ocorrem em conjunto com danos a outras estruturas do joelho, como cartilagem articular, meniscos ou outros ligamentos.

Ruptura de ligamento cruzado anterior parcial é rara. A maioria das lesões do LCA são completas.

>>> Saiba sobre a Anatomia dos ligamentos cruzados >>>
>>> Ruptura do ligamento cruzado posterior >>>
>>> Re-rotura do ligamento cruzado anterior >>>
>>> Ruptura do ligamento cruzado em crianças >>>

Causas da ruptura do ligamento cruzado anterior

O ligamento cruzado anterior pode ser traumatizado de várias maneiras:

  • Mudar de direção rapidamente, provocando rotação externa da perna
  • Parando de repente
  • Aterrisar de um salto incorretamente
  • O contato direto ou colisão, como um choque com um adversário

Vários estudos têm mostrado que atletas do sexo feminino têm uma maior incidência de lesão do LCA do que atletas do sexo masculino em determinados esportes. Tem sido proposto que isto é devido a diferenças no condicionamento físico, força muscular e de controle neuromuscular. Outras causas sugeridas incluem diferenças na pelve e alinhamento dos membros inferiores (o joelho é valgo – para dentro), aumento da frouxidão nos ligamentos e os efeitos do estrogênio sobre as propriedades do ligamento.

>>> Conheça o treinamento para prevenção >>>
>>> Saiba mais sobre os problemas no joelho >>>

Sintomas da ruptura do ligamento cruzado anterior

Quando você lesa o seu ligamento cruzado anterior (LCA), você pode ouvir um estalido e também sentir mudança no movimento do joelho, como se fosse “falsear”. Outros sintomas típicos incluem:

  • Dor no joelho com o inchaço. Após repouso, o inchaço e a dor podem se resolver por conta própria. No entanto, ao tentar retornar ao esporte, o joelho provavelmente estará instável e corre o risco de causar mais danos à cartilagem de amortecimento (meniscos) do joelho.
  • Perda de amplitude de movimento
  • Sensibilidade ao longo da linha articular
  • Desconforto ao caminhar

Exame médico na ruptura do ligamento cruzado anterior

Exame Físico e Histórico do Paciente

Durante sua primeira visita, o médico vai perguntar para você sobre seus sintomas e história do trauma.

Os exames de imagem

Exames que podem ajudar o seu médico a confirmar o diagnóstico de ruptura do ligamento cruzado anterior incluem:

Raios-X (radiografia): Embora eles não mostrem qualquer prejuízo para o seu ligamento cruzado anterior, os raios X podem mostrar se a lesão está associada com um osso quebrado.

Ressonância Magnética: Este exame cria melhores imagens de tecidos moles, como o ligamento cruzado anterior. No entanto, uma ressonância magnética geralmente pode não diagnosticar um rompimento do LCA nas primeiras 2 semanas da lesão.

O tratamento para uma ruptura do LCA irá variar dependendo das necessidades individuais do paciente. Por exemplo, o jovem atleta envolvido em esportes de agilidade provavelmente irá necessitar de cirurgia para voltar em segurança para esportes. Os pouco ativos, geralmente indivíduos mais velhos, podem ser capazes de retornar a um estilo de vida mais calmo, sem a necessidade de cirurgia.

Tratamento da ruptura do ligamento cruzado anterior

Tratamento conservador

O ligamento cruzado anterior rompido no joelho não vai cicatrizar sem cirurgia. Mas o tratamento conservador pode ser eficaz para pacientes idosos ou para aqueles com um nível de atividade muito baixa. Se a estabilidade global do joelho está intacta, o seu médico pode recomendar essas opções:

Órtese:
O seu médico pode recomendar uma joelheira para proteger seu joelho de instabilidade. Para proteger ainda mais seu joelho, você pode usar muletas para mantê-lo com menor descarga de peso.

Fisioterapia:
Com a redução do inchaço, um programa de reabilitação cuidadoso é iniciado. Exercícios específicos são iniciados para restaurar a função do seu joelho e fortalecer os músculos que o sustentam.

>>> Conheça o Protocolo fisioterápico >>>
>>> Lesão do ligamento colateral medial >>>
>>> Tratamento da lesão parcial do LCA >>>

Tratamento Cirúrgico

A ruptura do ligamento cruzado anterior não pode ser suturada (costurada) de volta. Para reparar cirurgicamente o LCA e restaurar a estabilidade do joelho, o ligamento deve ser reconstruído. O seu médico irá substituir o ligamento com um enxerto de tecido. Este enxerto atua como um andaime para um novo ligamento crescer.

Enxertos podem ser obtidos de várias fontes. Eles podem ser retirados do tendão patelar, que corre entre a patela e a tíbia, dos tendões da parte de trás da coxa (flexores) são uma fonte comum de enxertos. Às vezes, um tendão do quadríceps, que vai da rótula na coxa, é usado. Finalmente, um enxerto de cadáver (aloenxerto) pode ser usado (nos países que possuem banco de tecidos).

Recuperação

A recuperação completa leva tempo, pode ser de oito meses ou mais antes que um atleta possa retornar ao esporte após a cirurgia.

>>> Reconstrução do LCA – técnica operatória >>>

anatomia do ligamento cruzado anterior
Muito bom! Você leu todo o conteúdo. Gostou? Divulgue para seus amigos(as) e deixe um comentário ou dúvida aqui 
Clínica Salus Trata ortopedista especialista em joelho

Agende uma consulta!

Descubra nossos protocolos de tratamento eficazes e sem cirurgia, baseados em exame clínico detalhado, exame tridimensional do movimento, marcha, postura, corrida e atendimento cordial.

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Segunda à Sexta em horário comercial
Em Brasília / DF

Veja a agenda clicando aqui

Perguntas frequentes

Como saber se o LCA está rompido?2020-03-22T10:26:24-03:00
No momento que a lesão do LCA ocorre, ela pode apresentar os seguintes sinais e sintomas:
  1. Ouvir um estalo alto no joelho.
  2. Dor intensa e aguda com incapacidade para continuar a atividade.
  3. Edema no joelho, que piora após algumas horas do episódio.
  4. Uma sensação de instabilidade ou “falseio” no joelho.
Como tratar ruptura do ligamento cruzado anterior?2020-03-22T10:24:40-03:00

Na rotura do ligamento cruzado anterior, o tratamento pode ser efetuado através de cirurgia (reconstrução do ligamento) ou fisioterapia. No jovem, principalmente atleta com altas exigências físicas, a reconstrução do ligamento é mandatória.

O que acontece quando se rompe o ligamento cruzando anterior do joelho?2020-03-22T10:21:48-03:00

Uma lesão de LCA leva ao inchaço da articulação com sangue. Raros a lesão é asstintomática. A maior parte dos pacientes tem a sensação de dor e edema – inchaço. Pode haver falseio e insegurança especialmente quando tentam mudar de direção. O joelho pode dar a impressão de deslizar.

Artigos relacionados

2020-06-10T14:59:02-03:00

Sobre o Autor:

Dr. Márcio R. B. Silveira, formado em 2006 pela faculdade federal de medicina da Universidade de Brasília (UnB), com especialização, no ano de 2009, em Traumatologia e Ortopedia pela residência da Secretária de Saúde de Brasília / DF, em sua rede pública de hospitais, com subespecialização, no ano de 2012, em cirurgia do joelho e traumatologia esportiva em Belo Horizonte / MG, acompanhando os médicos do Cruzeiro Esporte Clube e os serviços dos hospitais Maria Amélia Lins, Lifecenter, Belo Horizonte, Belvedere e João XXIII. Atuante principalmente no tratamento de lesões de cartilagem, buscando sua reparação e transplante; lesões de menisco com sutura em crianças e reparo; rupturas ligamentares articulares e sua reconstrução biológica e prevenção; tratamento da artrose, com medidas medicamentosas e artroplastias; tendinites e rompimento de tendões provocadas tanto por atividades esportivas, como por alterações degenerativas; fraturas em idosos que apresentam ossos mais frágeis; e enfoque na reabilitação muscular e postural. Médico ortopedista especialista em Cirurgia do Joelho, Traumatologia Esportiva e Ortopedia do Idoso, atende em Brasília / DF, na sua clínica Salus e Consolidação Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura, fornecendo tratamento conservador e operatório no Plano Piloto, Asa Norte, Taguatinga e Ceilândia.

18 Comentários

  1. Nathan Lucas 12 de setembro de 2018 em 15:09- Responder

    O meu rompeu o LCA , parcial
    Precisa de cirurgia?

  2. drmarciosilveira 12 de setembro de 2018 em 15:38- Responder

    Oi Nathan, existem vários graus de ruptura parcial. Maior de 50% da substância do ligamento, já provoca instabilidade. Contudo, a instabilidade é avaliada pelo exame clínico, então tem de marcar uma consulta para ter essa avaliação. Não tendo instabilidade do joelho, não precisa operar.

    Agora, em geral, as rupturas parciais não demandam tratamento cirúrgico, o que deve ser feito é um fortalecimento muscular de quadríceps e quadril.

  3. Nathan Lucas 13 de setembro de 2018 em 15:23- Responder

    O meu joelho já saiu do lugar muitas vezes
    Está com cisto de Baker tbm 2,0 cm
    Academia seria uma boa ?
    Onde vejo o quanto por cento que rompeu ?
    Já fiz a ressonância
    Obrigado pela primeira resposta

  4. Nathan Lucas 13 de setembro de 2018 em 15:38- Responder

    Mais ele saia do lugar porque jogava bola com ele Machucado no mais ele nunca saiu fácil
    Tô precisando muito de uma consulta com ortopedista
    Já estou com encaminhamento fui ao médico na minha cidade e ele pediu
    Aqui não tem ortopedista , como faço pra marca uma consulta com você ?
    Já solicitei na sua página com você , que pesquisei você , por lá dá certo ?
    Faz 6 mês que machuquei
    Você e particular ou público?

  5. drmarciosilveira 15 de setembro de 2018 em 16:18- Responder

    Então nesse caso tem indicação cirúrgica. Não costumam colocar porcentagem, colocam se tem muita ou pouca substância do ligamento atingida.
    Meus consultórios aqui.

  6. Nathan Lucas 16 de setembro de 2018 em 17:47- Responder

    Dr Márcio em média
    Quanto tempo eu posso voltar a jogar bola
    Sem fazer a cirurgia
    ?

  7. drmarciosilveira 16 de setembro de 2018 em 19:57- Responder

    Nathan, caso o joelho esteja instável, não pode retornar para o futebol, senão vai piorar a lesão. Tem de fazer o tratamento operatório primeiro. Caso não esteja instável, fazendo a fisioterapia e usando as medicações, pode retornar em torno de 90 dias.

  8. Sabrina Costa 18 de setembro de 2018 em 22:27- Responder

    Eu tive Rotura completa no LCA.
    Precisarei de cirurgia?
    E quanto tempo leva o repouso total se eu fizer a cirugia?

  9. drmarciosilveira 19 de setembro de 2018 em 18:48- Responder

    Sabrina, em pacientes jovens é preconizado o tratamento operatório, pois existem muitas demandas do dia a dia que podem levar a novas entorses de joelho, como cuidar dos filhos, andar em locais irregulares, esportes de contato etc. A falta do ligamento cruzado anterior provoca instabilidade rotacional e anterior para o joelho. Agora, fazendo musculação, usando joelheira em situações de risco, como andar em local irregular, evitar esportes de contato ou que tenham rotação sobre o joelho, pode sim, conviver com a lesão sem o tratamento cirúrgico.

    Em caso de cirurgia, o repouso sem pisar é por duas semanas, ae já começa a caminhar. Musculação no 3 mês. Retorno para esportes ou situações de risco para estresse rotacional ao joelho com 8 meses.

    • Rodrigo 13 de junho de 2019 em 14:32- Responder

      Parabéns ao Dr. Márcio Silveira pelo artigo e pelas respostas simples e objetivas.

  10. Adriano Roberto da Silva 25 de fevereiro de 2019 em 23:08- Responder

    Estou com ruptura parcial do LCA e bastante instabilidade
    Tbm ruptura parcial de menisco.
    Preciso fazer cirurgia?

  11. drmarciosilveira 27 de fevereiro de 2019 em 08:31- Responder

    Oi Adriano, existem os níveis de ruptura parcial do LCA, em geral, quando mais de 50% da substância, geram instabilidade e tem de ser operado. Então, a questão é a instabilidade. É interessante fazer uma fisioterapia e reforço muscular do membro inferior, e avaliar o quanto estabiliza o joelho. Permanecendo instável, tem de operar. Sendo necessário a cirurgia, não é retirado o remanescente do ligamento, pois tem células receptoras, é feito um aumento (augmentation) por cirurgia artroscópica (popularmente conhecida como “à laser”). Em relação ao menisco, não existe rotura parcial, a rotura é a lesão grau 3, que tem tamanhos, tipos e localizações diferentes, existindo diferentes tratamentos.

  12. Jefferson pezão 6 de novembro de 2019 em 20:36- Responder

    Minha filha rompeu o LCA,estou peregrinando a rede pública sem sucesso,já fiz a ressonância com contraste;essa lesão pode piorar com o tempo?

  13. drmarciosilveira 6 de novembro de 2019 em 21:15- Responder

    Jefferson, você não falou a idade da sua filha, mas acredito que seja nova, mas também não tão nova. A partir dos 12 anos já é preconizado o tratamento operatório, pois não tem como limitar demais as atividades esportivas, além da instabilidade do joelho ocorrer em atividades de vida diária. A lesão não piora com o tempo, pois a ruptura do ligamento já ocorreu. Contudo, a instabilidade recorrente provoca outras lesões na cartilagem do joelho e nos meniscos, que podem ser irreversíveis, acarretando em quadro de dor e incapacidade no futuro. Não precisa de RM com contraste para isso, a sem contraste é suficiente. Leia aqui as respostas para as principais perguntas sobre lesão do ligamento cruzado anterior: https://especialistaemjoelhodf.com.br/lesao-do-ligamento-cruzado-anterior-lca-do-joelho/

  14. Rhômulo 13 de dezembro de 2019 em 15:51- Responder

    Dr Márcio,
    Já fiz Ressonância Magnética. Ruptura extensa do neoligamento cruzado anterior, segmento médio proximal, comprometendo cerca de 60% a 75% sua espessura.
    Lesão do canto posterolateral, com peduena ruptura parcial na transição miotendínea do popliteo e ligamento arqueado.
    Estiramento discreto colateral medial.
    Ruptura extensa do neoligmento cruzado anterior, com sinais indiretos de insuficiencia enxerto.
    Fui três vez medico ortopedia. dois medico falou vai ser cirurgia, outro medico não precisa opera disse pelo teste fisico q ele fez o rompimento e de 50% então na opinião dele não seria necessario a realização da cirurgia. O trartamento seria com medição e acadêmica para fortalecimento do músculo. E ele estaria fazendo acompanhamento.

    Precisa de cirurgia ou não

  15. drmarciosilveira 14 de dezembro de 2019 em 08:01- Responder

    Rhômulo, primeiro qual a sua sensação? Você já rompeu anteriormente, sente seu joelho frouxo, com falseios? Segundo, qual a sua expectativa para atividades físicas? Quer praticar esportes de grupo (futebol, vôlei, artes marciais) ou atividades com instabilidade sobre o joelho (trilhas, ciclismo de aventura, montanhismo)? Porquê caso não queira mais praticar esses esportes e não sente instabilidade no joelho, pode ficar só na musculação, natação e ciclismo de pista. Agora, avaliando o livro, mais de 50% de lesão do LCA traz instabilidade, mesmo que subclínica, que predispõe a uma sobrecarga sobre os meniscos e a cartilagem do joelho, sendo indicado um reforço do ligamento (augmentation), especialmente em pacientes abaixo de 40 anos.

  16. Rhômulo 18 de dezembro de 2019 em 10:59- Responder

    Fiz três meses de academia fortalecimento e não sinto dor. Ando normalmente mas não consigo dobrar o joelho em 90 graus doi muito. As vezes tomo Alginac 50 mg quando sinto dor.

  17. drmarciosilveira 18 de dezembro de 2019 em 15:25- Responder

    Rhômulo, nesse caso, pensar em lesão de menisco. Precisa de uma nova avaliação médica, e, como já falei, apresentando limitações importantes e sintomas álgicos, acaba reforçando o tratamento operatório.

Deixe um comentário ou questionamento